Livos

Livros que escrevo num compromisso comigo próprio pois sempre procurei escrever o melhor possível. O que escrevo, tem o meu envolvimento e não distorço a realidade para me expressar.

A 2ª edição do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas, aprovado pelo DL n.º 53/2004, de 18 de Março que inclui as alterações da Lei n.º 16/2012, de 20 de abril, que entre outras medidas de celeridade e simplificação processual, institui na legislação falimentar o Processo Especial de Revitalização  - PER.

O texto encerra ainda um conjunto de remissões intra-sistemáticas e jurisprudência relevante, como propósito de facilitar a sua compreensão e consulta. Concretiza-se assim um texto prático, trazendo alguma luz aos normativos legais que pela complexidadedas matérias que encerram, dificultam uma aplicação uniforme da Lei.

"...É com base nas considerações anteriores, sinteticamente expostas, que o novo Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas (CIRE), que é aprovado pelo presente diploma, aproveitando também o ensinamento de outros ordenamentos jurídicos, adopta uma sistematização inteiramente distinta da do actual CPEREF (sem prejuízo de haver mantido, ainda que nem sempre com a mesma formulação ou inserção sistemática, vários dos seus preceitos e aproveitado inúmeros dos seus regimes)..."

Ver o site da editora Almedina.

quinta, 19 janeiro 2012 20:33

Jurisprudência de A e Z

Escrito por Luís M. Martins

Um livro que encerra diversos estudos sobre a temática da insolvência como seja, "o contrato de trabalho e os créditos dos trabalhadores no processo de insolvência" e um acervo de jurisprudência seleccionada sobre a matéria.

A insolvência constitui assim um novo estado jurídico, e por isso, produz efeitos sobre o devedor e credores atingindo a pessoa insolvente, património existente, processos pendentes e contratos celebrados (regra geral, o cumprimento dos contratos fica suspenso até que o administrador de insolvência opte pela sua execução ou recuse o cumprimento).

Todavia, as relações laborais são uma exceção à regra da suspensão automática operada com a sentença de insolvência pois, no caso de existirem contratos de trabalho, estes não cessam de forma automática, competindo ao administrador da insolvência por termo aos mesmos ou continuar com o cumprimento integral das obrigações resultantes dos contratos de trabalho até encerramento definitivo do estabelecimento.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

terça, 08 fevereiro 2011 00:42

Recuperação de Pessoas Singulares

Escrito por Luís M. Martins

Um livro sobre as formas legais que a lei concede às pessoas singulares para reequilibrarem a sua vida financeira e familiar. Este manual encerra um comentário ao título XII do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas (CIRE), relativo à Exoneração do Passivo Restante e ao Plano de Pagamentos aos Credores, concretizando o primeiro volume de uma série de abordagens a temas específicos do CIRE.

Das diversas disposições vertidas no CIRE, a parte relativa à exoneração do passivo restante e ao plano de pagamentos aos credores é a que mais carece de bom senso na sua interpretação e aplicação por parte de todos os intervenientes processuais.

Pág. 2 de 5