Luís M. Martins

Luís M. Martins

Facebook
M. 917378233

Website URL: http://www.luismmartins.pt

HISTÓRIAS DE VIDAS REAIS

quarta-feira, 28 julho 2010 22:28 Published in Blog

Ganhavam acima da média, tinham património e hábitos dispendiosos. A crise obrigou-os a abdicar de uma vida confortável. Têm vergonha do presente, medo do futuro e saudades do passado com dinheiro. Filipa Guimarães era grande repórter de televisão. Ficou sem palco. Aos 39 anos, voltou a viver da mesada dos pais. José Morgado Henriques é sócio de uma empresa que já foi ícone, mas teve de declarar insolvência. É no armazém da centenária Papelaria Fernandes que hoje tenta, euro a euro, sair de uma crise que não poupou as classes mais altas.

Entrevista RTP N

terça-feira, 08 fevereiro 2011 22:32 Published in Imprensa

Entrevista: RTP N
Data
: Fevereiro de 2011.
Resumo: Entrevista sobre insolvência de pessoas singulares e formas de recuperação economico-financeira.

"...o Código de insolvência permite duas formas de recuperação judicial para as pessoas singulares (...) o plano de pagamentos apresentado pela pessoa tendo em conta o que pode pagar vai para o juiz e este envia para os cerdores para ver se estes aceitam..."

"... nos casos em que não se consegue pagar deve avançar-se para a exoneração do passivo restante...fins dos cinco anos se agir de boa fé, liberta-se a pessoa do que ainda deve...".

Intervenção: Conferencista.
Data: Janeiro de 2011.
Tema: “A recuperação de empresas e pessoas singulares na insolvência”.
Resumo: Workshop realizada no ISCTE, destinada a profissionais que teve como objectivo abordar as especificidades das soluções legais de recuperação, tramitação e principais problemas. Teve como oradores convidados os Drs. António Seixas Soares e Jorge Calvete, Tocs e Administradores de Insolvência.

CRÉDITO TAMBÉM TEM CULPA

terça-feira, 05 outubro 2010 22:47 Published in Blog

"Endividamento: Crédito predatório também tem culpa".Texto integral da entrevista à Agência Lusa "... O endividamento das pessoas singulares é um fenómeno complexo e de grande impacto na sociedade (...) Mas atente-se que: sempre que alguém pede um empréstimo, seja de que quantia for, de forma irresponsável e sem ter condições para pagar, existe um irresponsável do outro lado que o concede, sem avaliar o risco (tal como era sua obrigação).."

"FRESH START" TEM ESPÍRITO EMPRESARIAL

quarta-feira, 10 novembro 2010 01:10 Published in Blog

Se tempos houve em que recorrer ao crédito era algo que não fazia parte do quotidiano da generalidade das famílias, agora não se vive sem ele. A diversidade dos produtos bancários disponíveis oferecem ao consumidor diferentes formas de vinculação sendo que, se alguns créditos obrigam à prestação de uma garantia ao mutuante, pela quantia emprestada, com reflexos na diminuição das taxas de juro e prazos de pagamento.

PMEs - COMO EVITAR FECHAR PORTAS ?

segunda-feira, 15 novembro 2010 00:59 Published in Blog

Quando questionados sobre quais as suas principais preocupações relacionadas com o risco da sua actividade empresarial, muitos empresários apontam a insolvência e a perda de bens pessoais. Este foi o resultado de um inquérito divulgado pelo Eurobarómetro em 2008. O que devem, então, fazer as empresas que se encontram nesta situação? Que soluções existem e o que diz a experiência de quem já passou ou está a passar por um processo deste tipo?

A ORIGEM DA INSOLVÊNCIA DAS PME

sábado, 01 janeiro 2011 00:47 Published in Blog

Ressalvando as exceções, importa equacionar a regra. Na sua maioria, as empresas são confrontadas com causas de natureza técnica, conjunturais e financeiras que, pela sua especificidade, não permitem a ambicionada  manutenção e crescimento da atividade, originando uma situação de descontrole financeiro. Situação que, pelas mais diversas vicissitudes, leva à impossibilidade de cumprir e ao desacreditar moral na viabilidade da empresa.

SALÁRIO NA INSOLVÊNCIA?

terça-feira, 18 janeiro 2011 00:39 Published in Blog

O instituto da insolvência tem duas medidas de proteção ao consumidor/devedor que se encontra impossibilitado de cumprir as suas obrigações e se apresenta à insolvência: O plano de pagamentos aos credores e a exoneração do passivo restante ou perdão (total ou parcial) das dívidas – a possibilidade começar de novo ou “Fresh start" na lei americana.

Dentro do “fresh Start”, e uma vez admitida liminarmente a exoneração das dívidas, dispõe o art. 239.º, n.º 3, al. b) sub.al. i)  que, entre outras quantias  e bens que são ressalvadas para o

Intervenção: Conferencista/Formador.
Data: Outubro de 2010.
Tema: “O Incidente de Qualificação da Culpa”.
Resumo: Conferência promovida pela Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados e pela delegação de Tomar.

Intervenção: Conferencista/Formador.
Data: Junho de 2010.
Tema: “O Incidente de Qualificação da Culpa”.
Resumo: Conferência promovida pela Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados e pela delegação de Leiria.

Pág. 6 de 13